Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

O governo ainda nem aqueceu o lugar e já vai haver problemas .António Costa admite que Bruxelas exige redução do défice superior ao previsto . Segundo o Económico, a poucos dias da entrega do Orçamento do Estado para 2016, o primeiro-ministro revelou que as negociações com as instâncis europeias estão a ser difíceis. Por outro lado, afirma que  cumprirá os compromissos eleitorais assumidos, assim como as medidas que acordou nas parcerias estabelecidas com o BE, PCP e "Os Verdes".
 
Não sou economista mas é impossível reduzir um défice aumentando algo ( salários).
 
Jerónimo de Sousa já veio ameaçar que  rompe o acordo se António Costa ceder a Bruxelas. Pronto! Aqui está mais um problema para António Costa . A sua habilidade é enorme mas tem limites...
Hoje, li no Público que o governo de António Costa tem consciência de que há muitas pessoas que desconfiam, que têm medo de que o Governo não consiga atingir o fim da austeridade nem manter o equilibro da governação e nas contas públicas.
Os acontecimentos não podiam  ser mais eloquentes e indubitáveis.
Parece que, já  estou a ouvir o seguinte : "Nós queremos cumprir as promessas eleitorais de reposição dos salários e fim da austeridade mas a Europa não permitiu".
Pois, mas o problema é o PCP, o verdadeiro calcanhar de Aquiles do governo de António Costa.
 
JJ

Autoria e outros dados (tags, etc)

comentários

comentários

Mensagens




Mais sobre mim

foto do autor



calendário

Janeiro 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31