Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

O Ministério Público admite que Mário Soares se pode ter excedido, mas não cometeu crime contra o juiz . A frase em causa que deu tanta polémica: « E o juiz Carlos Alexandre que se cuide».

Esta frase foi escrita num artigo de opinião publicado no Diário de Noticias. Mário Soares não se conforma que José Sócrates esteja em prisão preventiva.

Apesar do Ministério Público achar que se excedeu, contudo mandou arquivar o processo achando que não contém em si mesmo perigo para ser penalizado, configurando-se dentro da liberdade de expressão.Salientando que Mário Soares é uma das figuras mais conhecidas da implantação da nossa democracia , da separação de poderes e da independência dos tribunais.

Não concordo! Mário Soares pela figura relevante que já foi e é para muitos portugueses, mais cuidado deve ter com os seus actos e palavras. O que tentou fazer foi coagir o juiz e ameaçá-lo. Muita gente dá-lhe algum desconto devido à sua idade adiantada. Essa condescendência tão apanágio dos portugueses de arranjarem sempre uma desculpa e tolerância sem limite está errada. Deveria ser exactamente o contrário. Mário Soares sabe muito bem o que pretendeu fazer e não tem desculpa.

Mário Soares procurou constranger o juiz e que alterasse a sua posição no processo. Não está aqui em causa a pessoa de José Sócrates e tudo relacionado com a sua prisão.

O que está em causa é uma alta ex-figura do Estado, considerado por muitos, o Pai da democracia portuguesa ter tido uma atitude destas e não ser punido. Deste modo, vamos ter de novo Mário Soares a proferir atoardas e ataques à justiça, enquanto não se fizer o que ele quer, achando-se nesse direito e que ninguém lhe fará absolutamente nada.

O problema deste país é que tivemos um Ricardo Salgado, "o dono disto tudo" que apesar do que fez no BES está em liberdade pagando uma caução, nada aparentemente lhe acontece, não paga aos desgraçados dos pequenos aforra dores que ficaram sem o seu dinheiro , todos nós sabemos tendo bens e dinheiro para o fazer.

Mário Soares julga-se , "o dono de Portugal", em que se dá ao luxo de dizer e fazer o que lhe apetece. Chegando ao cúmulo de exigir a libertação de um preso, pressionar um juiz e nada lhe acontece.

Dalai Lama no seu livro Conselhos do Coração dá vários conselhos a quem se dedica à politica e criticando muitos deles , pois detêm o poder, têm muita força e influência. A dado passo diz : «Que há políticos imaginam que têm o direito de se permitir a certos caprichos e de fazerem tudo o que querem, sem que ninguém tenha nada a dizer». O problema é que em Portugal para além de políticos no activo há os ex-políticos.

Vivemos num país que tem um ex-Primeiro-Ministro preso e um ex-Presidente que o quer libertar a qualquer preço. Triste e vergonhoso!

JJ

Autoria e outros dados (tags, etc)

comentários

comentários

Mensagens




Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Fevereiro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728