Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mudança de Hora

24.10.14

 

 

Domingo, de madrugada pelas 02h00, os relógios vão atrasar uma hora e passam para as 01h00 em Portugal continental e Madeira, e das 01h00 para as 00h00 nos Açores. O inverno só começa em Dezembro, mas parece que é para nos lembrar que ele vem aí.

 

Sou completamente contra esta mudança de hora, tem influência no meu biorritmo de vida e ainda está por provar a eficiência desta medida. Esta mudança brusca, em que é noite mais cedo é deprimente.

 

Como sempre os valores economicistas estão por detrás desta medida, como quase todas as medidas que  regem as nossas vidas.

 

Vá lá que a mudança de hora passou a ser feita no último fim-de-semana de Outubro! Há uns anos, acontecia logo no último fim-de-semana de Setembro.

 

 A existência destes horários no espaço europeu é uma decisão da União Europeia como um todo e não uma decisão individual de cada país. Sempre a Europa!

Andamos há anos a falar na flexibilidade laboral e esta mudança de hora está subjacente,uma necessidade de uniformização, para permitir reajustar os horários de trabalho de forma a poupar energia.

A mudança é para aproveitar melhor a luminosidade do dia nesta época do ano, reduzindo o consumo de energia nos horários de pico e evitando o uso de energia gerada por termoelétricas, que é mais cara e mais poluente do que a gerada pelas hidroelétricas

 

 Alega-se que há um impacto sobre a actividade diária das pessoas, sentem-se bem por trabalharem num período em que há mais sol, por se movimentarem ainda com a luz do dia.

 

Mas há o reverso desta alteração que é muitas vezes ocultada.

 

Se não houver adaptações para a mudança de horário, algumas pessoas podem apresentar cansaço, fadiga e até mesmo chegar à exaustão, dor de cabeça, desorientação, ansiedade, irritabilidade, indigestão, transtornos estomacais, insónias nocturnas e sonolência durante o dia são apenas alguns dos sintomas que perturbam muita gente em época de alteração de horários.

 

A recomendação para esta primeira semana de mudança de horário, as pessoas devem aumentar a ingestão de líquidos e fazer refeições leves. Também deve ser mantido o horário das refeições, para o cérebro se adaptar o mais rápido possível com a mudança. Se a pessoa está acostumada a tomar café às 7h, agora vai ter que tomar no mesmo horário, mesmo que ainda não tenha tanta fome.

A mesma táctica deve ser adoptada com o sono. Quem está acostumado a dormir às 22h, por exemplo, deve manter o horário, mesmo que ainda não tenha sono.

Como se comprova esta mudança é contra-natura, apesar de se alegar os horários escolares e as rotinas dos mais novos têm também um grande peso para a manutenção deste padrão horário.

Porém, tem impacto na forma como as pessoas conduzem e nos acidentes que existem, na  disposição das pessoas, que se reflecte no consumo de medicamentos.

Talvez fosse melhor deixar estar a hora ao ritmo normal e a mudança para o Inverno seria lenta, progressiva e sem tantos efeitos colaterais. A vida das pessoas não pode rodar à volta, sempre da economia.

 

JJ 

Autoria e outros dados (tags, etc)

comentários

comentários

Mensagens



comentários

De Anónimo a 26.10.2014 às 10:40

Sou completamente contra esta mudança de hora....por muito que expliquem não consigo entender.....mas uma coisa eu tenho a certeza alguém ganha ,e muito com isto..

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Outubro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031