Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

 


Sondagem: Passos e Portas à frente de Costa pela primeira vez. De acordo com o Económico,  a sondagem da Universidade Católica se as eleições fossem hoje a maioria ganhava as eleições legislativas.

António Costa na liderança, o PS é agora ultrapassado pelo PSD/CDS nas intenções de voto, ainda que por apenas um ponto percentual, o que representa um empate técnico.
A sondagem da Universidade católica publicada pelo DN e JN avança que a actual coligação conseguiria, neste momento, 38% dos votos, enquanto os socialistas se ficariam pelos 37%. O PCP mantém-se nos 10%, enquanto o Bloco de Esquerda duplica o seu resultado para 8%. Os restantes partidos não conseguem resultados relevantes.

Quem diria? António Costa assumiu a liderança do PS alegando que o PS de António José Seguro não descolava nas sondagens e que nas eleições autárquicas assim como nas europeias não teve uma votação convincente .

António José Seguro lá em casa deve pensar , «com quem ferros mata com ferros morre». Faltam quatro meses para as eleições legislativas. Sondagens valem o que valem, mas é um indicativo, por outro lado, é a primeira vez que a coligação PSD/CDS ultrapassa o PS.

Agora não há tempo para um congresso extraordinário e apear António Costa do poder. Todavia Álvaro Beleza e os seus apaniguados estão atentos e não esquecem , o que fizeram ao seu líder natural António José Seguro.

Muita gente da entourage de António Costa sonhavam ser ministros de um governo PS, mas  podem acabar porteiros da residência em S. Bento.

A ideia que tenho é que os portugueses estão zangados com a forma de governar de Pedro Passos Coelho, mas não confiam no PS tendo em conta o que aconteceu nas contas públicas.

Por outro lado, António Costa conseguiu de forma superior tratar do dossier José Sócrates , dizendo sempre que é a favor da separação de poderes: político e judicial.

Todavia , os portugueses não se esquecem que António Costa sempre foi próximo de José Sócrates e tem gente muito próxima de José Sócrates. Por fim, a possível libertação de José Sócrates em Setembro no pico efervescente da campanha eleitoral farão o resto. A coligação pode mesmo vencer contra todos os prognósticos.

JJ

Autoria e outros dados (tags, etc)

comentários

comentários

Mensagens




Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Junho 2015

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930